CEBOLA - Ela possui FISETINA - Segundo o Instituto Salk, na Califórnia (EUA), essa substância vem sendo considerada fundamental para manter a memória “jovem”, porque sua função é estimular a formação de novas conexões entre os neurônios (ramificações) e fortalecê-las.
Outros alimentos que possuem FISETINA - morango, pêssego, uva, kiwi, tomate, maçã e espinafre.



O ALHO é um alimento extremamente benéfico. Ele diminui a hipertensão, os níveis de colesterol ruim do sangue, atua contra fungos, bactérias e vírus, dores de cabeça, fadiga, fraqueza, infecções, dentre muitas outras coisas. O ajoeno (ajocisteína), um importante derivado do alho é um antioxidante potente que age contra radicais livres.Além disso, tem propriedades anti-cancerígenae asmática. Sendo certo, que cerca de 30 ingredientes do alho já foram identificados como benéficos para o nosso corpo e sistemas. Atualmente o alho é reconhecido tanto pela FDA (Food and Drug Administration) como pelo Ministério da Saúde. É recomendado consumir alho crú ou adicioná-lo 5 minutos antes do cozimento final para que ele não perca ou transforme suas propriedades. O alho é fonte de minerais, vitaminas, carboidratos, aminoácidos, proteínas, ... Atenção na quantidade de alho ingerida é fundamental, visto que em excesso pode causar má digestão e irritabilidade da mucosa do estômago.


SEMENTES - LINHAÇA, GIRASSOL, CHIA, HEMP, SEMENTE DE UVA, ABÓBORA, GERGELIM, ... Possuem alto teor de fibras, minerais, proteínas, vitaminas, ácidos graxos essenciais, bioflavonóides, entre outros. Tão ricas em nutrientes, as sementes, regulam a transmissão da sinapse neuronal, atuam na construção e na reparação da membrana celular, reduzem o colesterol ruim (LDL), a glicose e os triglicerídeos, melhoram o processo de coagulação do sangue, aumentam a concentração do bom colesterol (HDL), reduzem os processos inflamatórios, protegem contra o Câncer e doenças cardiovasculares, melhoram o humor, aumentam a oxigenação cerebral, dentre muitos outros benefícios.


Os Alimentos Neuroprotetores são os agentes antioxidantes, como os bioflavonóides e carotenos, presentes nas frutas cítricas, na uva (especialmente a de cor escura), nas frutas vermelhas (morango, amora e cereja), laranja, pêssego, caqui, mamão, manga, damasco e maçã. A melância é rica em arginina, um importante aminoácido que apresenta papel essencial na síntese da creatina e creatina-fosfato, no ciclo da uréia e na imunidade e na formação de óxido nítrico. Crianças que possuem em seus exames alto nível de amônia podem se beneficiar com o consumo de melancia e ou suplementação de arginina. A amônia é um metabólito da digestão das proteínas que é altamente tóxico quando nao convertido adequadamente. No ciclo da uréia ocorre a conversão de amônia em uréia, que é então excretado através da urina. Pesquisas demonstraram que os níveis de arginina aumentaram no sangue 22% após 3 semanas de ingestão de melancia. A melancia também é fonte de licopeno, um carotenóide que tem sido associado amelhora do coração e diminuição do risco de neoplasias.
Além da laranja, o abacaxi é uma rica fonte de vitamina C e vitamina B6, folato, tiamina, ferro e magnésio. O abacaxi possui uma enzima chamada bromelina (conjunto de enzimas proteolíticas). Esta enzima pode ser extraída de todas as partes do abacaxi, talos, coroa, polpa e folhas (CÉSAR, 2005). Sua ação inclui: atividade fibrinolítica, ação anti-inflamatória, ação antitumoral, modulação de citocinas e imunidade, aumento da absorção, propriedades mucolíticas; facilitador da digestão, acelerador da cicatrização, inibição da agregação plaquetária, melhora da circulação e sistema cardiovascular. “A bromelina parece ter tanto ação direta quanto indireta, envolvendo outros sistemas enzimáticos, ao exercer seus efeitos antiinflamatórios.” (MATTOS, 2005)


A ACEROLA possui vitaminas A, vitaminas do complexo B, vitamina C, cálcio, fósforo e ferro. Em 100 gramas de acerola podemos encontrar até 80 vezes mais vitamina C que na mesma quantidade de limão ou laranja.


O CEREAL é rico em nutrientes: tem 86% de niacina (vitamina B3), 43% de riboflavina (vitamina B2) e 66% de todos os minerais do grão, assim como quase todas as fibras do grão. Nos grãos de cereais podemos encontrar nutrientes como: carboidratos, proteínas, gorduras, sais minerais, vitaminas, enzimas e outras substâncias. Os integrais, além desses nutrientes, são ricos em fibras. Os carboidratos aparecem em altos índices no grão (78 a 83%).


O GERME é a menor parte do grão e chega a ter 2% do peso dele. Está na base do grão, e é a parte da planta que vai germinar para formar uma nova planta.
Brotos e Grãos germinados são as fases mais ricas em nutrientes no desenvolvimento vegetal. Eles são facilmente digeridos e portanto, úteis para aqueles que apresentam problemas intestinais. Broto é o estágio avançado de germinação inicial da semente. Normalmente os brotos têm cerca de 8 a 10 cm de altura e possuem folhas já aparentes e definidas. Já o grão germinado é quando apenas uma pequena haste aparece.

COMO GERMINAR:
  1. Coloque de uma a três colheres de sopa de grãos em um vidro e cubra com água pura, sem cloro.
  2. Deixe de molho por uma noite (o girassol sem casca só precisa de quatro horas).
  3. Cubra o vidro com um pedaço de filó e prenda com um elástico. Despeje a água e enxágüe bem sob a torneira.
  4. Coloque o vidro inclinado num escorredor com a boca para baixo e cubra com um pano (o pano é opcional).
  5. Enxágue duas vezes ao dia: de manhã cedo e à noite.
  6. Os grãos germinados estarão prontos para ser comidos ou plantados após um período variável:
    • Agrião: após seis a oito dias.
    • Alfafa: após três a quatro dias.
    • Arroz: após quatro a cinco dias.
    • Feijão azuki: após quatro a cinco dias.
    • Gergelim: após dois a três dias.
    • Girassol sem casca: logo que amolecer com a água.
    • Lentilha: após três a quatro dias.

VEGETAIS folhosos verde escuro são uma verdadeira fonte concentrada de nutrição, atuando como um importante antioxidante. Eles são ricos em minerais (como ferro, cálcio, potássio e magnésio) e vitaminas, incluindo as vitaminas K, C, E, e muitas das vitaminas do complexo B. Além disso, oferecem uma variedade de fitonutrientes, incluindo beta-caroteno, luteína e zeaxantina, que protegem nossas células contra danos. As folhas Uma xícara de verduras cozidas fornece pelo menos nove vezes a ingestão mínima recomendada de vitamina K.

Vitamina K:
  • Regulamenta a coagulação do sangue
  • Ajuda a proteger os ossos da osteoporose
  • Pode ajudar a prevenir e até mesmo reduzir a aterosclerose através da redução de cálcio em placas arteriais
  • Pode ser um regulador chave da inflamação, e pode ajudar a nos proteger de doenças inflamatórias, incluindo artrites, problemas digestivos...
  • Pode ajudar a prevenir diabetes
Além disso, vegetais folhosos são uma boa opção para uma dieta saudável porque não contém colesterol e são naturalmente pobres em calorias e sódio. Muitos dos benefícios fornecidos vêm de fitonutrientes, compostos únicos que oferecem proteção para as plantas. Estes compostos estão se tornando conhecidos como parte de uma dieta nutritiva, que promove a saúde em longo prazo. Fitonutrientes podem ATUAR COMO ANTIOXIDANTES, que ajudam a prevenir doenças crônicas como câncer e doenças cardíacas.


Por serem ricos em aminoácidos essenciais (substâncias não produzidas pelo nosso organismo), os PEIXES possuem proteínas com valor nutritivo superior às das carnes vermelhas. Além disso, as proteínas dos peixes são de alta digestibilidade, o que favorece totalmente o processo de digestão. Além disso, os peixes possuem menos gordura que a maioria das carnes bovinas e suínas. A porcentagem de lipídeos (gorduras) da maioria dos peixes encontra-se entre 0,2 a 23,7%. Essa quantidade varia de acordo com a espécie, sexo, idade, tipo de alimentação, estação do ano (verão ou inverno) entre outros fatores. Eles podem ser classificados em:

- Baixo teor de gordura: menor que 2%
- Médio teor de gordura: de 2 a 5%
- Alto teor de gordura: acima de 5%
- Os peixes de carne clara como, por exemplo, bacalhau, badejo, corvina, carpa, dourado, garoupa, linguado, pescada; apresentam menor quantidade de lipídeo que os de carne escura como, por exemplo, atum, anchova, arenque, bagre, cavala, sardinha, salmão e tainha.

Os peixes são ricos em ômega 3.
O tipo de gordura que predomina nos peixes é a poliinsaturada diferentemente das carnes vermelhas, as quais contêm uma alta proporção de gordura saturada. A gordura do tipo saturada pode ser ruim para o coração quando consumida em grande quantidade.
O ômega 3 é uma gordura poliinsaturada. Ele é reconhecido pelos grandes benefícios proporcionados à nossa saúde, como: diminuição dos riscos de doenças cardiovasculares e acidente vascular cerebral, redução da pressão arterial, ação anti-inflamatória, diminuição das taxas de triglicérides e colesterol total no sangue.
O ômega 3 está presente, em maior quantidade, nos peixes de águas salgadas e frias, como: atum, arenque, bacalhau, sardinha e salmão. Os de águas doces, também apresentam ômega 3, mas em quantidade muito inferior quando comparados aos primeiros.
Os peixes apresentam boas concentrações de vitaminas lipossolúveis (solúveis em gorduras), como A, E e, principalmente, D. Também são ricos em vitaminas hidrossolúveis (solúveis em água) como niacina e ácido pantatênico - essencial no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras. Além disso, os peixes contêm vários minerais importantes como, sódio, potássio, magnésio, cálcio, ferro, fósforo, iodo, flúor, selênio, manganês e cobalto.

ATENÇÃO: Indivíduos dentro do Espectro Autista devem limitar o consumo de peixes, em razão da contaminação por mercúrio. Comer 1x - 2x por semana e de preferência orgânico!


O SAL não é uma substância negativa como ouvimos falar! O que nós precisamos é saber diferenciar o sal refinado do sal natural. O sal que nos faz mal é totalmente desprovido de micronutrientes, e é esse sal que geralmente a população em geral usa para salgar o alimento. Tenha em mente que o sal é essencial para a vida, pois ele conduz o sistema elétrico do corpo, que permite o funcionamento adequado do sistema nervoso, coração e pulmões. Sem ele sria impossível o funcionamento de muitos sistemas do nosso corpo. Uma boa qualidade de sal, como o sal marinho, por exemplo, possui minerais essenciais. Outro sal saudável que é muito utilizado por médicos DAN! é o “Celtic Salt”, que chega a ser melhor do que o sal marinho. O “Celtic Salt” tem uma estrutura cristalina que tem propriedades energéticas benéficas. O sal cristal do Himalaia – “Himalayan Crystal” também é muito saudável – esse sal você encontra no site www.americanbluegreen.com. O sal marinho você encontra na rede hortifruit e em lojas de produtos naturais, e o “Celtic Salt” no site www.celticseasalt.com.


A GEMA DE OVO é repleta de importantes nutrientes: 90.5% de Calcio, 19.2% de Magnésio, 93.8% de Ferro, 93% de Fósforo, 25.6% de Potássio, 13% de Sódio, 99.8% de Zinco, 62% de Cobre, 69.2% de Manganês, 59% de Selênio, 96.8% de Tiamina, 48.3% de Riboflavina, 9.3% de Niacina, 96.7% de Vitamina B6, 89% de Vitamina B5, 95% de Folato,91.7% de Vitamina B12, 100% de Vitamina A, 100% de Vitamina E, 100% de Vitamina D, 100% de Vitamina K, 100% Omega 3, 100 % de Omega 6, 100% de Carotenóides, 43% de Proteína ...


Para manter os nutrientes do alimento, o ideal é que os legumes sejam cozidos com pouca água. Outra forma de preparar é refogar. E se desejar fazer uma sopa, sempre aproveitar a água(broth) em qual eles foram cozidos! Assim você pode ter a certeza que estará aproveitando ao máximo os nutrientes desses alimentos. Você ainda pode inserir carnes e ossos nesse caldo.



Por ser rico em vitaminas C, a melhor forma de fazer é a vapor, para que o cozimento não acabe destruindo suas propriedades. Além de possui grande fonte de vitamina A, é ótimo para combater a anemia, por conter ferro e cálcio. Consumido em grande quantidade, protege contra o desenvolvimento de tumores.




Ótima para reduzir o colesterol ruim, a BERINJELA também previne coágulos e infecções. Possui vitamina A e C e podem ser cozidas, grelhadas, assadas ou ensopadas.





O PIMENTÃO é uma excelente fonte pouco calórica de vitaminas A e C. Aqueles de cores fortes possuem alto teor de bioflavonóides, pigmentos vegetais que ajudam a prevenir contra o câncer, de ácidos fenólicos que inibem a formação de nitrosaminas cancerígenas e de esterol vegetal, precursor da vitamina D que parece proteger contra a câncer. Os pimentões podem ser servidos crus, fatiados como aperitivos, na salada ou em pastas, cozidos no vapor, tostados, recheados ou cozidos.


NUTS - são ricas em ácidos graxos essenciais e contêm importantes antioxidantes que podem ajudar a proteger contra o envelhecimento e diversas doenças.





CASTANHAS BRASILEIRAS - são uma das melhores fontes alimentares de selênio. Comer apenas três castanhas do Pará por dia pode fornecer a quantidade diária recomendada de selênio.
Home | Quem somos | Autismo & TDAH | Alimentos | Dietas | Tratamento Biomédico | Exames | Médicos DAN! | Contato
Liga de Intervenção Nutricional contra Autismo e Hiperatividade no Brasil
© 2012 LINCA BRASIL. Todos direitos reservados
Tels/Fax +55 (21) 0000-0000 - lincabrasil@lincabrasil.com.br
Design